domingo, 17 de agosto de 2008

Carta Para Dede(5)


Amigo Dede.

Acertaste que tenho pouco tempo disponível mas erraste ao pensr que não leria essa carta. Consegui um tempinho e escrevi. Escrevi muito diga-se de passagem, muito mesmo se considerarmos o tempo que fiquei sem escrever.

O verão chegou cá em Chitengo, os dias começam a ser insuportavelmente quentes embora as noites sejam bem arefecidas. As madrugadas ainda são de muito frio. Na tenda onde durmo tem dias que acordo com um gotejar. As lareiras nos acompanham a noite e acertaste, não é a custa da desmatação não.

Perdi o aniversário do “reflectindo” e acredite ou não estou ouvindo contigo. Vou tarde mas mesmo assim ainda que indirectamente desejo longa vida ao reflectindo.

Amigo vou mesmo ficar por aqui.

Um abraço forte

P.s: Não me lembro da promessa que fiz à Ximbitane.

1 comentário:

Dede Moquivalaka disse...

O pedido a Xim foi de nao te esqueceres desse reino animal, e' so fazer foto ..foto...foto...So' isso, Nelson. Tire uns close-ups para agente ver e sentir os teus sharings...