sexta-feira, 4 de julho de 2008

Carta Para Dede(2)



Caro Dede.

Não quis deixar que a divida se acumulasse de novo como doutra vez. Tenho ainda hoje que escrever para Mariazinha e não posso deixar para depois a obrigação de te responder.
De saúde física estou bem. Muito bem. A saúde emocional essa é que parece não muito "boa" estou num processo de mudanças profundas que mexem muito comigo. Prometo mandar-te um email com um pouco mais sobre isso. Vou aqui apenas dar um toque nas questões que expões.
Democracia em Africa, para mim ainda é uma miragem. Temos muito que aprender, embora haja quem diga que africanos sempre foram democráticos mesmo antes do colonialismo. Não sei se falam da mesma democracia.
O caso Mugabe
é apenas um exemplo. Eu esperava muito mais dessa cimeira Dede. Esperava muito mesmo. Que se tomassem medidas firmes contra Mugabe mas infelizmente nada disso aconteceu.
Quanto aos exames no estilo " Multiple Choice" ai é que os famosos "cura tudo"como Dr. Serra os chama, esses doutores da medicina tradicional que polulam em anúncios dos nossos jornais vão realmente ajudar a quem quiser, passar exames sem saber, fazer mestrado em 3 meses e por ai em diante. A técnica foi testada sim. Todas elas são testadas. Quem as testou e quais foram os resultados isso é que nunca ficamos a saber. O novo currículo do ensino primário e as famosas "passagens automáticas" foi tudo testado, houveram consultorias chorudas e suas respectivas comissões no assunto.
Dede minha atenção nessa semana ficou virada para o caso Albano Silva. A sentença lida foi surpresa para muitos. Há quem esperava que mais uma vez se conseguísse ludibriar o sistema e pó-lo vergadissimo a interesses obscuros. Agora estamos ai com esses homens que por longos 8 anos andaram aprisionados. Para mim isso
é um mau sinal para o sistema todo. Se temos advogados como Albano Silva sem ética nenhuma e capaz de inventar um atentado, temos uma policia como a que temos que não foi capaz de investigar seria e atempadamente o caso. Temos um misterio publico como o que temos que muito não fez ao longo desses 8 anos. E agora Dede? Voltamos ou não aos casos anteriores que estão intrinsecamente ligados a esse? Voltamos ao caso dos 144 milhões de dólares? Ao caso do assassinato do jornalista Carlos Cardoso?
Dede nao deixes de ler no Savana a entrevista de Jorge Rebelo. Note-lhe a forma como olha para as "coisas da casa", as diferenças com o pensar dos "outros".
Deixei uma postagem sobre Azagaia e os académicos. Dede assiste um debate num dos blogs desses nossos grandes académicos e me surpreendi como as "paixões" estavam presentes.
Ate que nos encontremos de novo, deixo-te um grande abraço.

Nelson










1 comentário:

Dede Moquivalaka disse...

Obrigadissimo Nelson. Obrigado pela brevidade. Ja' estou entao levando ao meu blogue. Ate ja.
Dede