quarta-feira, 30 de abril de 2008

DO PAÍS ONDE MORO: Carta Para Mariazinha VII


Mariazinha, hoje é quarta e não sexta feira, dia em que habitualmente te deixo ficar com notícias do país onde moro. É o seguinte Mariazinha, amanhã como sabes comemora-se mais um dia meu(sou trabalhador) e logo na Sexta vou à terra da Laurinha, lá onde tem pepino e abóboras mas não tem net. Tem mel e carne de caça mas não posso blogar. Lá onde a noite danço na roda de estrelas cintilantes na presença de mochos e corujas que já nem me assustam. Vou ver Laurinha, comer feijão nhemba que por essas épocas anda aos ponta pés e por dois curtos dias vou desfazer do stress urbano. Não quero deixar a dívida de não ter escrito. Diante dessa situação é fácil perceber Mariazinha que escrevo correndo hoje e não quero com isso dizer que escrevo pouco nem muito. Essa semana foi rica de acontecimentos. Foi rica de coisas.
Mariazinha comecemos lá pelo vizinho onde continua se esperando os resultados. Um mês depois a coisa ainda continua no segredo dos deuses. Recontaram-se alguns votos das parlamentares só para se confirmar que o MDC as tinha ganha tal como na primeira contagem e houve que usou isso para defender que a ZEC (comissão das eleições do Zimbabwe) não age a mando do governo como muitos pensam.
Não poderia aqui deixar de falar-te do navio das armas. Olha que de repente Marizinha o navio ja trazia a bordo não só armas para o Zimbabwe mas também alguma mercadoria para a Angola o que justificou que fosse autorizado a ir parar num porto angolano. De repente Mariazinha porque nunca antes se falara de carga Angolana no Navio das armas e muito menos chegou a se descrever que raio de mercadoria angolana era essa. Oh Mariazinha já sei oque estás a pensar sua espertinha. Que inventaram essa para conseguir descarregar a carga do visinho...
Ca dentro Mariazinha teve dois assunto que merecem atenção. A primeira é que o PGR acabou mesmo indo ao parlamento. Para que ele falasse teve que se votar e como no voto ganha a maioria ele falou. Já a segunda tem a ver com o julgamento do caso Albano Silva que está "desenterrando os mortos". É muita coisa sendo revelada Mariazinha que dá vontade de ter a maquina do tempo e voltar uns anitos atrás.
Já que estamos a falar da PGR tens que ficar a saber que o rapper Azagaia acabou mesmo sendo chamado a responder que sabe se não pelas duras criticas que faz com o seu cantar. A propósito já o escutaste? Prometo deixar um das letras já na próxima semana altura que provavelmente terei algumas noticias sobre o caso. Olha mami esse caso promete. a LDH está bem por perto e dizem até que o músico foi acompanhado pela presidente da LDH, a Dra Alice Mabote em pessoa.
Mariazinha não deves saber ainda que ontem fui assistir à graduação da UP. Foi bonito e eu fiquei sonhando, me vendo naqueles "roupões" num futuro breve.
Agora me deixa ir. Abraços fortes

Nelson

5 comentários:

micas disse...

Alguns reparos da Mariazinha tão longe e afinal tão perto...

Deixa-me dizer-te que sobre o teu vizinho não falarei mais, para não dizer besteira.É que sabes a coisa tá tão complicada que nem a moderna diplomacia consegue ver a luz lá bem no fundo do túnel. Mas tem fé ( e sei que és um homem de fé)que como por aqui se diz, que não há mal que sempre dure.A coisa vai melhorar! Tem de!

Sobre os outros assuntos como sabes não gosto de meter a colher, não por falta de interesse mas por não estar em posse de todos os dados.

Em relação ao Azagaia( de quem conheço apenas 2 ou 3 canções), sempre gostava que me explicassem de que é acusado.Será ele acusado só porque diz o que pensa e sente?Por ser corrosivo? Cadê afinal a liberdade de expressão? Estamos a voltar para trás no tempo? Não! não pode!

Mais outro reparo. Para quando o restauro e a reutilização das estruturas do Hotel Estoril e D. Carlos? Será que estas duas unidades não poderiam ser usadas ainda para qualquer área de apoio seja a nível da educação, saúde ou juventude? O lavar da cara dos prédios ficou-se pelo centro? Ok!Também sei que nem Roma nem Pavia se fizeram num dia...

Mi aguardi, tou chegando!Já falta pouco....que saudades da terra!

Calma amigo.O teu dia chegará breve!Já te imagino com os "roupões"!

Meu amigo, aqui ficam os meus votos de um bom descanso nestes dias, muito ar puro e bom fim-de-semana gastronómico

Nelson disse...

Brigada Micas especialmente pelos reparos, é por isso que não cesso de dizer que:
"Como o ferro com ferro se aguça, assim o homem afia o rosto do seu amigo. Provérbios 27:17"

Reflectindo disse...

Gosto muito das tuas cartas à Mariazinha. Elas me fazem acompanhar o que me escapa.

Quanto ao navio com armas ter uma mercadoria também para Angola, até pode justificar, pois Angola vai ter eleicões este ano e antes que seja tarde como aconteceu para o vizinho a China decidiu ser pioneira. Mas quem lá sabe se a decisão não foi feita quando era para se decidir para o regresso do navio a China? Lembremo-nos que há algum tempo atras o Zedu decidira apetrechar a polícia mugabeiana...
Azagaia perseguida, perseguicão política, sem dúvida sem diferenca a que José Craveinha, Malangatana e outros artistas sofreram. E não só o falecido Salvador Maurício sofreu uma perseguicão política pelo regime para nunca mais avancar. O que diz o jovem Martin que tantos insultos atirou por ter se dito desta perseguicão?

ximbitane disse...

Hehehehhee, tanta coisa boa pra Mariazinha!!!

Olha mano, nao tarda muito e já andaras enfaiotado pela batina. Espero é que depois disso nao deixes de ser o que tens sido até agora: um mano bué fixe!

Nelson disse...

Oh Ximbie.
Brigada pela força(nao tarda muito e já andaras enfaiotado pela batina). Brigada pelo elogio(tens sido até agora: um mano bué fixe!)
.Sei como essas coisas mudam a gente mas seria para tristeza minha se algo me mudasse assim tanto.
Tenha um bom fimnal de semana.